seja bem vindo! sair Faça seu login ou cadastre-se

(51) 99791-2415
(51) 997912415

PRINCE: o tênis não seria o mesmo sem ela

Marca norte-americana de equipamentos se confunde com o desenvolvimento da modalidade em todo o mundo

A grife de equipamentos de esporte de raquete PRINCE começou a se desenvolver no estado de Nova Jersey, mais precisamente na cidade de Princeton, que origina o nome da marca norte-americana. Porém, o primeiro produto nem de longe foi uma raquete – e sim uma máquina que lançava bolas de tênis automaticamente. Tudo graças à mente inventiva de Robert “Bob” H. McClure. Ele batizou o invento, originado da reversão de um motor de aspirador de pó, de Little Prince. A inovação ajudou a desenvolver o esporte em todo o mundo, pois os atletas começaram a aprimorar os fundamentos com a utilização da lançadora de bolinhas.

Howard Head, fundador da empresa de equipamentos de esqui Head, foi outro personagem importante na concepção da empresa. Ao se aposentar, usava as horas livres para jogar tênis, onde conheceu as lançadoras de bolas da PRINCE. Porém, achou que o equipamento era lento demais. Então, resolveu criar uma raquete que não fosse tão pesada. Batizada de Prince Classic, utilizava alumínio – e não madeira – como base, era mais leve e media 110 polegadas. Lançada em 1976, ela caiu no gosto dos praticantes do esporte. Head ganhou gosto pelo tênis e, de quebra, adquiriu a companhia que era de McClure. Jimmy Arias, Pat Cash, Pam Shriver e Gene Mayer foram os primeiros profissionais a experimentarem a nova raquete. No ano seguinte, Head colocou mercado a primeira raquete feita com grafite. Ela reduzia a vibração das bolas batidas fora da área de batida. Gabriela Sabatini, Monica Seles, Andre Agassi e Michael Chang também passaram a adotar a PRINCE como equipamento preferido.

 

Marcos anuais

Em seguida, a companhia praticamente passou a ter novidades todo ano. A primeira corda de multifilamentos ganhou vida em 1978. Dois anos depois foi a vez das bolsas de tênis. Em 1984, a marca ganhou as passarelas com roupas exclusivas para a prática do esporte. Logo depois foi a vez do TPU-400, calçado próprio para o tênis. O ano de 1989 marcou a criação do Constant Taper System (CTS), sistema de desempenho na devolução da bola, que proporcionava maior potência sem comprometer o controle. A tecnologia LONGBODY (raquetes até 2 polegadas mais compridas que as convencionais), utilizada pelo americano Michael Chang, ganhou as quadras em 1995. Quatro anos depois surgiram as raquetes Triple Threat, a primeira capaz de proporcionar perfeito equilíbrio e estabilidade na rebatida da bola.

 

A marca também foi revolucionária ao desenvolver a tecnologia O³ em 2005. Os largos furos ao redor do aro (buracos em que se passa a corda) criava um quadro mais aerodinâmico e dava mais espaço para a corda se movimentar na hora da batida na bola. O Aerotech, tecido projetado com uma tela avançada, que fornece ventilação superior para ajudar os tenistas a terem melhor desempenho, veio ao mercado em 2008. O EXO³, tecnologia que transfere até 26% mais energia de volta para bola no momento do impacto, foi a invenção do ano seguinte. 

Com a pesquisa e desenvolvimento correndo em suas veias, a PRINCE é reconhecida como a primeira marca a comercializar muitas das tecnologias mais importantes das últimas quatro décadas no universo do tênis, como o primeiro tênis “Natural Foot Shape”, com o formato natural dos pés e a primeira corda de tripa sintética.

Hoje, a grife distribui seus produtos em mais de 100 países – e não somente com equipamentos voltados ao tênis. Também se dedica a esportes como padel, beach tennis, squash e badminton. De quebra, a PRINCE patenteia tecnologia que pode ser encontrada em equipamentos de arco e flecha, hóquei na grama e baseball. A exposição mundial fica ainda mais evidente com os patrocínios de alguns dos mais importantes atletas de elite do esporte, como os irmãos Bob e Mike Bryan, os espanhóis David Ferrer e Juan Carlos Ferrero, as tenistas Daniela Hantuchova e Marion Bartoli e o belga Xavier Malisse.

Você sabia?
● A Prince Classic, lançada em 1976, se tornou a raquete mais bem-sucedida na história do tênis.

 

A Prince Padel surgiu em 1986, no auge deste esporte na Argentina. A marca já era referência no mundo do tênis desde a década de 70, graças às inovações tecnológicas agregadas em seus produtos. Um de seus avançados produtos era a raquete fabricada com poliuretano prensado, com sua composição que permitia uma baixa frequência de ressonância e, assim, era capaz de reduzir as vibrações de cada impacto da bola – em relação às velhas raquetes de madeira.

Já no início da década de 90, a Prince Padel seguiu sua filosofia de inovação tecnológica e desenvolveu uma raquete com quadro de grafite, adaptando para o padel o quadro que era usado para raquetes de tênis. Em seguida, surgiu a tecnologia so-called "núcleo célula" e a Prince Padel lançou a primeira raquete sem o uso de madeira em sua composição, pondo fim na era das raquetes de madeira.

História da Prince em 4 momentos:

 

 

Finalmente, em 1993, desenvolveu uma raquete que tinha um quadro de grafite muito rígido, possuindo um núcleo bastante flexível. A combinação de materiais elásticos garantia muita memória e maior controle. E, assim, iniciou a era moderna na fabricação de raquetes.

Com mais de 30 anos no mundo das raquetes de padel, a Prince tem uma grande projeção, uma vez que esta nunca cessou sua filosofia de inovação tecnológica para sempre atender todas as necessidades de um jogador exigente.

Em 2017, a marca incorporou à sua gama de produtos a primeira raquete com amortecimento anti-vibração. A PREMIER conta com uma tecnologia de propulsão AHS e perpetua a longa história de avanços tecnológicos da Prince, buscando sempre aprimorar seus produtos para que os jogadores possam desfrutar da raquete em qualquer nível com a melhor qualidade e garantia.

 

Todas as regras e preços são válidos somente para produtos comercializados no site oficial da Prince Brasil. Copyright © Prince Brasil - Todos os direitos reservados